Novo curso de "Formação de Praticantes dos REPG" - Referenciais de Exemplaridade da Primazia da Gestão


Conheça e implemente um novo e inovador Modelo de Referência em Primazia da Gestão diferente de tudo que existe no mercado atual e desenvolvido com foco em empresas que prestem Serviços ao Público.


Um curso intensivo com 30 horas de conteúdo on-line e ao vivo (10 aulas de 3 horas cada) de alta relevância e exclusivo para empresas e profissionais que buscam se posicionar como referência e atingir um nível elevado de primazia da sua gestão.




QUERO SABER MAIS SOBRE O CURSO QUE COMEÇA EM 02/02/2021



Quero receber mais informações sobre o curso de Formação de Praticantes nos REPG - Referenciais de Exemplaridade da Primazia da Gestão

Preencha seus dados e saiba mais sobre o Modelo de Referência em Primazia da Gestão - REPG


O Modelo de Referência em Primazia da Gestão proposto pelos REPG, com sua metodologia exclusiva de Exploração de seu nível de completude (completo e simplificado) e flexíveis formas de implementação de seus requisitos, seja em empresas empresas públicas, privadas, de economia mista ou do terceiro setor que prestem SERVIÇOS AO PÚBLICO, tem como objetivo ajudá-las a atingir um elevado nível de exemplaridade em suas operações.


Estrutura do Curso


O curso contempla 10 aulas (ao vivo e on-line) com 3 horas de duração cada, sempre das 19:30 as 22:45 horas, onde abordaremos os alicerces e pilares dos REPG, sistemática de pontuação e requisitos dos 10 RT´s (Referenciais Temáticos) com seus respectivos 26 SRT´s (Sub-referenciais Temáticos).

Materiais Didáticos


Todos os materiais do curso serão fornecidos em PDF e incluem os slides de cada videoaula e diversos materiais auxiliares de adensamento conceitual relativos também a cada aula. Todos estes materiais são fundamentais para fazer as avaliações de cada RT

BAIXE O DOCUMENTO REPG AGORA




Conheça os 4 Níveis de Certificação para os Praticantes dos REPG

(cada nível exige o cumprimento do nível anterior)


Nível "Introdutório"


O participante é assim considerado por ter tido acesso e ter efetivamente assistido as videoaulas dos requisitos de cada RT (Referencial Temático) dos REPG.





Critério exigência

"Introdutório"

Não precisa fazer nenhuma das atividades pertinentes a cada videoaula, apenas que seja comprovado que tenha assistido pelo menos ¾ das videoaulas relativos ao RT específico

Texto no Certificado

Certificado de Participação (por RT específico dos REPG)

Nível "Auto-Implementador"


O participante é considerado habilitado a AUTO-IMPLEMENTAR na sua organização, ou em seu cliente de consultoria, sem auxílio de consultores credenciados da Gauss, os requisitos de cada RT (Referencial Temático) dos REPG.




Critério exigência "Auto-Implementador"

Fazer as provas de aprendizado de cada RT e obter nota igual a 10 (refazendo quantas vezes for necessário a mesma prova até que se obtenha a nota 10).




Texto no Certificado

Certificado de Capacitação como Auto-Implementador (por RT específico dos REPG)

Nível

"Explorador"


O participante é habilitado a ser designado oficialmente como EXPLORADOR em contratações da Gauss para realização do DCPG - Diagnóstico de Completude da Primazia da Gestão, nos requisitos de cada RT (Referencial Temático) dos REPG.



Critério exigência "Explorador"

Fazer um DCPG – Diagnóstico da Completude da Primazia da Gestão numa empresas real que submeta-se ao processo de Exploração, com nota igual ou superior a 7,0.





Texto no Certificado

Certificado de Capacitação como Explorador (por RT específico dos REPG)

Nível "Consultor Credenciado"


O participante fica habilitado a ser designado oficialmente como CONSULTOR CREDENCIADO DA GAUSS CONSULTING GROUP em projetos de consultoria para IMPLEMENTAÇÃO dos requisitos de cara RT (Referencial Temático) dos REPG.

Critério exigência "Consultor Credenciado"

Fazer os cursos de especialização e as AP's (Atividades Práticas) referente a cada curso realizado, com nota igual ou superior a 7,0.


Texto no Certificado

Certificado de Credenciamento como Consultor Gauss (por RT específico dos REPG)

AS PRINCIPAIS DÚVIDAS

O que são os REPG?

A sigla REPG significa "Referenciais de Exemplaridade da Primazia da Gestão" e consiste num Modelo de Referência em Gestão que tem a pretensão de ser caracterizado como uma alternativa diferente, inovadora e mais robusta em relação aos Modelos de Excelência em Gestão disponíveis no mercado com foco em empresas que prestam serviços ao público, sejam por empresas públicas ou privadas (em regime de concessão ou permissão de operação).


A quem sem aplica os REPG?


Aplica-se a quaisquer organizações que tiverem o interesse de adotá-los, entretanto a Gauss Consulting Group atuará no segmento de empresas públicas ou privadas cujas atividades e tarefas sejam consideradas essenciais e destinadas a satisfazer as necessidades dos cidadãos que componham a sociedade. Esses serviços e produtos são normalmente prestados por entidades de natureza pública diretamente, mas também, de forma indireta, podem ser assegurados por entidades de natureza privada ou sociedade de Economia Mista ou ainda do Terceiro Setor, sob fiscalização, permissão (por meio de Contratos de Adesão devidamente licitados) ou concessão (Contrato Administrativo ou PPP - Parceria Pública Privada) do Estado. Os segmentos empresariais que fazem parte deste nicho são regidos pela Lei n°. 7.783/89 (Lei da Greve), sem se limitar a ela, e compõem os seguintes setores de abrangência:

  • Tratamento e Fornecimento de Água;
  • Coleta e Tratamento de Esgoto;
  • Geração, Distribuição e Fornecimento de Energia Elétrica;
  • Fornecimento de Gás e outros tipos de Combustível;
  • Organizações do Sistema S (SEBRAE, SENAI, SENAC, SENAR, SESCOOP, SESC, SESI, SEST, SENAT);
  • Construção Civil (Obras Públicas);
  • Serviços Médicos e Hospitalares;
  • Atividades Periciais associadas à impossibilidade do exercício do trabalho;
  • Fabricação, Distribuição e Venda de Medicamentos;
  • Fabricação, Distribuição e Vendas de Alimentos;
  • Serviços Funerários;
  • Transporte Coletivo e de Bens de Consumo;
  • Entregas de Encomendas;
  • Coleta e Tratamento de Lixo;
  • Serviço de Telecomunicações;
  • Guarda e Controle de Substâncias Radioativas e Nucleares;
  • Atividades de Processamento de Dados dos Serviços Essenciais;
  • Controle do Tráfego Aéreo;
  • Aeroportos e Rodoviárias;
  • Administração de Estradas e Rodovias;
  • Serviços de Compensação Bancária;
  • Entidades de Ensino
  • Prefeituras e Órgãos do Governo Federal, Estadual e Municipal;
  • Autarquias;
  • Sociedades de Economia Mista;
  • Forças Armadas (Exército, Marinha e Aeronáutica);
  • Polícia (Militar, Civil e Guardas Metropolitanas).



Porque PRIMAZIA e não EXCELÊNCIA?

Desde 1997 nosso Diretor Presidente atua como voluntário nos prêmios de excelência em gestão (PNQ/FNQ e PQGF/Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão) e os reconhecimentos oferecidos por estas iniciativas pouco representaram a excelência gerencial, pelo contrário, muitas empresas reconhecidas até tendo seus executivos processados ou ainda condenados por práticas de gestão nada exemplares. Por estas e outras circunstâncias, entendemos que a palavra "excelência" não representava mais nossa premissa de exemplaridade, exigindo então que adotássemos uma outra palavra mais abrangente e que representasse mais e melhor nossa causa. Depois de muita pesquisa adotamos a palavra "primazia", donde a excelência é apenas um de seus componentes, cujo significado podem ser subdivididos em 4 grandes famílias que contemplam os conceitos de prioridade, perfeição, predomínio e rivalidade.


O que os REPG tem de diferente?

São várias as diferenças dos REPG em relação aos demais modelos de excelência disponíveis, a saber:

1-) Seus 13 alicerces e 14 pilares constroem 10 RT's (Referenciais Temáticos) são subdivididos em 26 SRT's (Sub-referenciais Temáticos) que são ainda desmembrados em 85 requisitos com mais de 132 orientações básicas que são embasadas em mais de 64 referenciais de adensamento, mais de 30 normas de sistemas de gestão (integrando-as aos 85 requisitos) e aos métodos ágeis de desenvolvimento de projetos;

2-) Não chamamos os avaliadores de Examinadores e sim de Exploradores, pois entendemos que a sua principal função é explorar COMO a organização executa seus subprocessos comparando com os mais de 140 requisitos dos REPG para identificar seu nível de completude em relação a exemplaridade atual;

3-) Valorizaremos a auto-gestão holacrática com liderança distribuída e transformacional como pressuposto de exemplaridade e adoção da TDC (tomada de decisão por consentimento). Os REPG representarão um processo de entendimento e aculturamento para esta nova forma de organização empresarial que poderá resolver muitos dos problemas endêmicos que as organizações detém hoje tais como corrupção, discriminação, assédio moral e processo decisório imperfeito;

4-) Permite aumento de pontuação quando os resultados tiverem impactos demonstráveis (diretos ou indiretos) em algum dos 17 ODS (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável), pois o sistema de pontuação leva em conta os níveis de completude de cada um dos 85 requisitos com os subprocessos internos que os atendam (com peso de 55%) e seu decorrente impacto nos resultados (com peso de 45%);

5-) Tratará o relacionamento com os Clientes e Canais de uma forma muito mais exemplar e minuciosa dos que sempre foram tratados nos modelos de excelência existentes, considerando as informações públicas disponíveis dos clientes e das demais partes interessadas e considerando a jornada completa da experiência do cliente;

6-) Tratará o tema de Análise Crítica de Performance com muito mais embasamento e critérios utilizando como base a Estatística Interpretacional;

7-) Trata a melhoria por intermédio de 3 conceitos evolutivos: PDCA, PDSA e PDC/SL em cada um dos 85 requisitos;

8-) Trata a Gestão da Força de Trabalho de forma bastante diferenciada e alinhada aos pressupostos das demandas do século XXI;

9-) Trata as questões de Responsabilidade Social Interna e Externa de forma bem diferenciada.

10-) Trata a Gestão da Inovação de forma muito estruturada levando em conta sistemas complexos e métodos ágeis de desenvolvimento de projetos


Os REPG vão reconhecer empresas com troféus ou coisas do tipo?

Não, nada disto. As empresas que se submeterem ao DCPG - Diagnóstico de Completude da Primazia da Gestão não terão qualquer tipo de reconhecimento público, mas terão algo muito mais relevante: uma oportunidade para seus líderes fazerem o curso dos REPG dentro do pacote de DCPG; um feedback detalhado não contendo apenas as lacunas em relação aos REPG, mas uma orientação técnica de como resolver cada lacuna identificada; ter sua pontuação de cada SRT na Plataforma de Benchmarking onde cada organização que se submeter ao DCPG poderá se comparar com as demais sem que seja reconhecido as identidades das empresas.


O documento dos REPG é gratuito?

Sim totalmente gratuito e pode ser baixado clicando aqui e as primeiras aulas de cada módulo do curso também podem ser assistidas clicando aqui


Como é o processo de DCPG - Diagnóstico de Completude da Primazia da Gestão?

O processo é bem estruturado e pode ser realizado totalmente a distância por meio de reuniões com os EXPLORADORES designados para apresentação de cada um dos 26 SRT's contidos nos REPG. Saiba mais sobre o DCPG clicando aqui


É possível fazer um Auto-Diagnóstico Preliminar Simplificado (ADPS) pelos REPG de forma gratuita?

Sim, claro. Nós criamos um questionário com 52 afirmações que os profissionais de sua organização podem, individualmente ou em grupo, preencherem com suas percepções dos níveis de aderência em relação aos 26 SRT dos REPG. Após este preenchimento o sistema processa automaticamente todas as respostas e gera um gráfico com as pontuações simplificadas de cada SRT, de cada RT e a pontuação global da organização foco. Saiba mais sobre o ADPS clicando aqui


Como posso assistir as videoaulas gravadas?

As aulas ao vivo ficarão gravadas e estarão disponíveis na área restrita de nosso site para serem assistidas quantas vezes quiser num prazo de até 12 meses a partir da data de liberação da gravação da aula.


Existem materiais para cada videoaula?

Cada aula ou grupo de aulas detém de seu set de slides (que são disponibilizados em PDF na área restrita do curso) além de muitos outros materiais de adensamento que também são oferecidos, pois caem nas avaliações de aprendizado pertinentes a cada RT.


Como tiro as dúvidas em relação as videoaulas do curso

Todos os alunos matriculados terão acesso ao instrutor do curso para retirar as dúvidas pertinentes, seja por WhatsApp, e-mail ou Telegram, mas a ideia é que todos os alunos participem de nossos "Grupos de Praticantes dos REPG" que existirá no WhatsApp e no Telegram.


Depois deste curso sobre os requisitos dos REPG, como faço para me aprofundar nas metodologias de implementação e me certificar como Consultor Credenciado Gauss Consulting Group?

Depois deste curso de 30 horas o participante poderá fazer nossos cursos de especialização, aprofundamento e detalhamento de cada RT ou agrupamento de RT´s (de 10 horas de duração cada curso) onde será abordado as nossas metodologias de aplicação dos requisitos que a Gauss Consulting Group presta serviços de consultoria instrumental. Os 6 cursos adicionais serão pré-requisito para obtenção da Certificação de Consultor Credenciado da Gauss Consulting Group e terão os seguintes títulos: Gestão orientada POR Processos; Estruturação de Indicadores para Tomada de Decisão e Remuneração Variável; Gestão de Vendas Complexas; Holacracia e Liderança Transformacional; Cultura Organizacional - Mapeamento, Análise e Gestão da Mudança Cultural; Arquitetura Estratégica com foco em Funil de Inovação.


QUERO SABER MAIS SOBRE O CURSO QUE COMEÇA EM 02/02/2021


Co-construtor, Antologista e Instrutor

Orlando Pavani Júnior

O instrutor responsável pela ministração de 100% das aulas deste novo formato será o Diretor Presidente da Gauss Consulting Group, Prof. Orlando Pavani Júnior, uma vez que se trata de requisitos co-construídos por ele com o apoio dos Instrutores e Alunos da Turma 1 do Curso realizado em 2020 (vide referência no próprio documento dos REPG), e a partir de diversos referenciais pesquisados e aplicados (MEG 21, IAGP do PQGF de 2010, mais de 30 normas de sistemas de gestão e diversas literaturas pesquisadas desde 1990) além das diversas experiências em projetos de consultoria e processos de avaliações de mais de 50 organizações pelo PQGF e PNQ. O Prof. Pavani tem trabalhado exclusivamente com Consultoria de Organizações sendo que a marca HOLDING PAVANI administra seus diversos negócios que sobreviveram por saber se adaptar com diversos modelos de operação e novos produtos e serviços ao longo do tempo. Dada a sua expertise em Primazia da Gestão (mais especificamente nas áreas de gestão por processos, indicadores, vendas, arquitetura estratégica e modelos de referência em gestão adicionada a Ciências do Comportamento e Cultura Organizacional) faz dele um dos poucos profissionais que tem ambas as vertentes profundamente presentes em tudo que empreende.

QUERO SABER MAIS SOBRE O CURSO QUE COMEÇA EM 02/02/2021